Dia Internacional da Mulher 2009 - 2.º Bloco

Autores do 2.º Bloco:

Vera Mussi / Vilma Cunha Duarte / Adélia Mateus / Lydia Prando de Souza / Maria da Fonseca /
Efigênia CoutinhoÉrika Renata/ Socorro Lima DantasMalu Mourão / Vânia Moreira Diniz 
Nadir A D'Onofrio / Daniel CristalIlka Bosse / Marcial Salaverry
 

Carinhoso abraço a todas as Mulheres, pelo Dia Internacional da Mulher.

Março/2009 

 

 

A MULHER ÚNICA

Vera Mussi

 

Não se trata de ser a única mulher !

Não! Ah...Não !

 Tal mulher será sempre indefínível... 

Entre tantas Marias,

ela vive só de alegrias ... 

Nunca de fantasias!? 

Quantas se arriscariam, 

sem se envolver numa conquista, 

até competir com as mil e tantas 

mulheres invencíveis ?! 

Afinal quem conseguiria ser

 -" a mulher única "- 

pensando em devolver 

todos os seus privilégios, 

ao homem escolhido?

É preciso reconhecer 

os direitos do parceiro, 

sem nunca viver um sortilégio , 

sem ser submissa demais ... 

Ser verdadeira na entrega 

do amor ao seu imenso coração, 

Sem reservas!

Diante do compromisso que assumiu, 

sem se anular... 

Nunca se orgulhar de ser a única! 

Assim ... 

Um régio destino a espera!

Dedicar-se aos deveres, 

sem se escravizar 

Continuar prudente 

até o limite dos seus direitos 

Reinvindicar ... 

Sem polemizar! 

Nunca abrir mão da divina missão, 

por Deus escolhida

- Eis a grande Graça a ser vivida !

Libertar-se das algemas do egoísmo ... 

Delegar o poder altruísta 

a quem primeiro 

confiar o seu amor verdadeiro.

Este sim será o seu companheiro, 

por inteiro ! 

Passar de autoritária à notória 

dependência histórica.

Para decidir, usar a intuição inata!

Mãe generosa 

Mulher poderosa 

Fiel companheira, 

será sempre amada!

Amante tradicional, 

sem ser convencional ... 

Amiga confidencial 

como todo homem deseja ter ! 

Será sempre respeitada 

Respeitando o momento do outro ...

Tudo aquilo que o universo conspirar, 

a favor ou contra os desígnios de Deus ! 

Suportar a dor!

 Excepcionalmente exigente, 

Só no amor! 

No ciúme ... 

Displicente 

Dócil nos afetos sem represálias 

Indócil... 

Às vezes reticente ... 

Calculista, mas realista 

Experiente, mas compreensiva ... 

Sempre otimista!

A única mulher integrada 

com a mais perfeita doação de corpo e alma 

Completamente apaixonada 

até as forças do seu coração quebrantado! 

Escolhida para reger 

o destino do homem que ela escolheu... 

e que antes, muito antes 

a Deus pertenceu !

A eterna felicidade 

é o futuro do homem que conseguiu

 pronunciar o seu nome :

 - Divina Mulher !

Eis a razão de ser desta MULHER

 que encarna a própria fidelidade!

 

Dedico esse Texto poético à minha filha VERA MARIA 

- uma MULHER exemplar !

Vera Mussi: 

http://www.veramussi.com.br/

 

 

Faz-de-Conta 

Vilma Cunha Duarte

   

Nós, escritores, bilocamos em dois mundos. Ora, voamos alados de imaginação ora, fincamos os pés na realidade. 

O ir e vir em esferas tão diferentes humaniza-nos e convida-nos a descansar da pressão cotidiana na casa abençoada da poesia. 

Se assumimos a fragilidade de ser - humano -, a força de ser mulher, e a pureza dos sentimentos encontra 

guarida e compreensão, fica sempre a mensagem boa de amor universal. 

No mundo do faz-de-conta tão nosso... Super-heróis vencem todos os vilões... 

Supermédicos de filmes, livros, séries televisivas curam todos os males... 

Pesquisam todas as doenças com fundos milionários... 

Supermagistrados dos filmes, livros, e séries televisivas resolvem todas as pendengas judiciais num piscar de olhos... 

Nos superamores dos romances, contos e novelas todos experimentam as emoções avassaladoras com princípio, 

meio e final feliz de romantismo ou de desventura sem fim.

O planeta encanta-se na magia de escrever. 

Penas ungidas nas poções da criatividade amenizam e humanizam o cotidiano cru e real. 

Bendita seja a arte em todas as suas formas e expressões. Que aconchega e acarinha o homem no útero maternal da beleza.

Fascinante ser mulher - forte e vulnerável -, estar e descrever este mundo povoado fatiadamente, desigual, 

sem falar em diferenças e injustiças. 

Onde cada par de olhos o enxerga de maneira única e sua. 

Morada dos homens com seus desejos e paixões. 

Vividos e sentidos no cada dia de cada um, ao sabor de scripts especiais impossíveis de reescrever. 

Principalmente, os de mulher.

A incerteza, (coisa de mulher) do minuto seguinte deslumbra-me. A gente nem sabe se o terá.

Não é à toa meu alerta feminino para o viver cada instante gulosamente. Decerto, morrerei sem medo, degustando o presente. 

Ruim, bom ou ótimo é o que se tem à mão. Desperdiçá-lo, pecado mortal contra a dádiva de ter vindo, 

ainda estar aqui e desbravado minha selva e meu castelo de mulher.

Sobrevivo feminina, com palavras e emoções curtidas com pétalas, nuvens e cheiro de primavera no coração. 

Milagrosas, elas veem do direito e do avesso, dançam passos de alegria, abraçam-me forte com o dia-a-dia. 

Já é tempo de benzê-las nas águas de março, rezar para que se multipliquem em boas crias desses cios 

de constante inspiração; o da terra e o de mim. Beleza, atos de amor, cio, semente, gestação, 

trazer à luz, tudo tem a ver com Mulher.

 Guerreira de ganhar as suas lutas nos campos do faz-de-conta, e nos campos do real. Abençoado faz-de- conta 

que fá-la romântica, sex, doce, carente e imprevisível. E lhe dá forças para ser tudo que tem que ser, 

com a missão de ser Mulher. 

Às pluri e unas, enfeites e alicerces do mundo meu abraço partilhado.

É uma honra ter nascido, crescido, madurado e enfrentado ser Mulher. 

 

Vilma Duarte: 

www.vilmaduarte.mayte.us

www.vaniadiniz.pro.br/vilma/index.htm 

http://www.poetasdelmundo.com/

on-line books: www.vilmaduarte.ebmayte.com/pedacos.exe 

www.vilmaduarte.ebmayte.com/bailandoversos.exe 

www.vilmaduarte.ebmayte.com/pingosdeamor.exe

Embaixadora da Paz Universal. Peace Circle, Genebra 

 

 

SER MULHER 

Adelia Mateus

 

Que felicidade ser MULHER! 

Mulher menina 

alegre, inocente, brincalhona... 

Mulher adolescente

sonhadora, destemida, teimosa...

Mulher adulta 

guerreira, delicada, audaciosa... 

Mulher madura 

Esta é a melhor fase... 

Sabe o que é amar 

sofreu por amor 

cai e levanta com categoria 

sempre de cabeça erguida.

Coração forte para amar 

quantas vezes precisar... 

Por isso tenho orgulho de ser

MULHER!

 

Março/08

Publicado no Recanto das Letras Código do texto: T1471475

http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=47519 

 

 

Mulher Mãe 

Lydia Prando de Souza

 

O sorriso brotou nos seus lábios, 

tal qual a flor que se desabrocha 

em todo seu esplendor de beleza e cores. 

Que belo sorriso! 

 

Ainda com lágrimas nos olhos... 

lágrimas de dor pelo sofrimento 

bendito e sublime da maternidade.

 

A flor do seu sorriso se abriu, 

quando seus olhos marejados 

se depararam com um lindo bebê, 

que até a poucos instantes vivia dentro de si, 

fazia parte do seu corpo,

eram duas vidas, numa só vida.

 

Assim mulher! 

Você alcançou a plenitude, mulher mãe! 

Ao longo dos duros anos vividos e sofridos, 

entre tanque, fogão, pia e escovão. 

Beijos, abraços, palmadas, chineladas,

 beliscão, xingas, afagos,

 lágrimas, remédios, injeção.

 

Você, numa lida sofrida, 

os criou, os educou. 

 

Filhos obedientes, ou indolentes, 

filhos estremecidos, ou bandidos, 

você os criou...

Criou-os para a vida.

Foi dura a sua lida... 

 

Se são felizes ou não, 

Não é culpa sua, você os amou com devoção...

Filhos crescidos e debandados... 

Solidão... 

 

Cabelos brancos vieram testemunhar 

As décadas vividas, você, mulher mãe,

 Chegou no outono da vida. 

O tempo passou, o inverno chegou, 

Seu corpo cansado regelou e você partiu!!!

 

Lydia Prando de Souza

http://www.meu.cantinho.nom.br/poesias/efeito9/apenas_na_poesia.asp

 

 

NO DIA DA MULHER 

Maria da Fonseca

 

É este choro ao nascer 

Tua força enquanto vives.

 Tua luta por vencer, 

Com vigor tu sobrevives.

 

Tua Mãe que dá à luz, 

A coragem te transmite.

E o Senhor Deus que é Jesus 

Com Sua Graça o permite.

 

A Mulher que é tua Mãe 

Tem missão excepcional,

Por ti, por nós, pelo Bem 

Sempre será 'special.

 

E o nobre grito ecoará 

Entre todos vencedor. 

O Senhor o abençoará

 Por grito de Paz e Amor!

 

Lisboa, 8.03.2009

Maria da Fonseca: 

http://poesiadanatureza.blogspot.com/

 

 

NASCI MULHER 

Maria da Fonseca

 

Nasci mulher e não flor 

Porque Deus assim o quis. 

Surgi dum acto de amor 

E não cheguei de Paris.

 

Sou mulher e não gaivota,

 Foi assim como Deus quis.

 Asas não me deu prà rota 

Mas amor pra ser feliz.

 

Assim como Eva criou, 

Mulher companheira e mãe 

Da família que espalhou 

Por todo este mundo além,

 

Deus determinou ainda 

Que eu nascesse mulher, 

Dando-me esta missão linda 

De lutar p'lo que se quer.

 

E este dia tão formoso 

Porque à mulher dedicado, 

Tornemo-lo mais honroso 

Ao lançar o nosso brado:

 

Dai-nos forças, meu Senhor, 

Pra ajudar na Criação. 

Só no mundo o Teu Amor 

Pode trazer Salvação.

 

Lisboa, 8.03.2007

Maria da Fonseca: 

http://poesiadanatureza.blogspot.com/

 

 

SER MULHER

Efigênia Coutinho

 

Ser mulher é lançar-se no mundo.. 

sem medos, ir ao fundo, gritar!!! 

Mas sempre a voz esconder...

 

 Ser mulher é saber ser o fruto mais doce..

 para a boca mais amarga..

 

Ser mulher é ter desejo ao... 

toque das mãos de seu homem.. 

ou no beijo brejeiro... 

 

Ser mulher é ter um corpo ardente..

 Á espera do corpo ausente 

pronto para se entregar... 

 

Ser mulher é não se resignar com a dor... 

Ser mulher é não perder a calma quando.. 

o mundo parece desabar.. 

saber consolar quando a vida levar o ente querido... 

 

Ser mulher é perdoar o erro sem perdão.. 

é fazer da vida uma canção.. 

para alguém cantar.. 

 

Ser mulher é saber dizer

"não" sem magoar... 

É ter sonhos inacabados.. 

e abrir os caminhos do coração... 

 

Ser mulher é colecionar papel de bala .. 

É escrever o nome do seu amado numa...

 janela embaçada.. 

 

Ser mulher é perguntar: 

como faz?

o que ela sabe fazer... 

 

Ser mulher é não pensar nele a todo.. instante, 

mas senti-lo em todo lugar... 

É saber usar o decote na certeza de provocar. 

 

Ser mulher é saber que é tudo... 

É fazer alguém especial feliz... é amar

amar Sem limites! 

E ter a coragem de dizer 

Amo ser esta mulher! 

 

Camboriú - 2004.. 

Efigênia Coutinho: 

http://www.avspe.org/

 

 

Mulheres 

Érika Renata

 

Reverenciarei as mulheres nesse instante,

 mas é quase impossível devotar reverências 

às pérolas mais singelas e Fortes do mundo. 

 

Feminilidade? 

Somente elas possuem, são qualidades natas. 

 

Fontes de homenagens à flor que afaga no ventre a plenitude: 

germinar o mundo e perpetuar a espécie, anunciando um filho ao mundo.

 

Aplaudir as mães Marias, se faz necessário, 

tais quais leoas, apenas querem defender

 seus filhos das mágoas do mundo.

 

 Salvas para as negras, 

que fertilizaram de ginga a nação brasileira 

e hoje nosso povo é um colorido perfeito.

 

 Reconhecer a beleza indígena e relembrar 

a curva de falha com a mulher negra, índia,

com a imagem da mulher brasileira. 

 

Vamos brindar e brincar!

 Com a infantilidade das meninas 

e lhes dar o direito de percorrerem 

a beleza  infinita do aflorar adolescente. 

 

Compreensão, para elas, 

mulheres modernas, profissionais, 

Donas de lares e vaidosamente enfeitadas. 

Por que não?

 

Perceber seus valores na contemporaneidade

 e sua contribuição outrora, 

para o caminhar das relações sociais 

no universo decodificado mundo. 

 

Amemos! 

A juventude, para que se encontre 

se expresse e não se perca,

 enquanto dignificamos 

os cabelos brancos das mulheres,

 são provas vivas de saberes.

 

Honrar também as tinturas 

nos cabelos das meninas maduras, 

pois há quem queira mudar o visual, 

reconhecer à vaidade feminina, 

não a vaidade destorcida,

 a purificadora da alma feminina. 

 

Meninas, jovens mulheres,

 senhoras, sábias.

Somos muitas que se fazem uma. 

Somos pétalas, vasos fortes, 

somos o sopro da vida.

 

Érika Renata:

http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=49127

 

 

MULHER, SÍMBOLO DA FORÇA E DA PERSISTÊNCIA

Socorro Lima Dantas

 

A vocês mulheres, símbolo da força e da persistência.

 Vocês mulheres, generosas,

corajosas, maravilhosas, 

vencedoras, sonhadoras...

 

Mulheres, todas as mulheres... 

Capazes de enfrentar os desafios da vida 

em defesa de seus filhos.

 

A vocês mulheres, nesta data, eu reverencio:

a tua força, o teu equilíbrio emocional, e a tua sensatez !

 Ao defender o teu espaço com orgulho,

instinto maternal e conciliador.

 

Parabéns mulheres pelo dia dedicado inteiramente a vocês.

Recebam esta homenagem, com o meu carinho, 

 

Socorro

08 de março 

Dia Internacional da Mulher

Socorro Lima Dantas: 

http://socorrolimadantas.com.br/ 

 

 

DIA INTERNACIONAL DA MULHER!

Malu Mourão

 

Bom Dia, Mulher! 

A preciosa missão da continuidade, 

Fez da mulher assim abençoada.

 

E ao doar-se plena na maternidade,

Cumpriu-se assim, a lei sagrada.

 

À mulher mãe, esposa, filha, amiga, companheira...

 À mulher que luta, perde ou ganha, mas desafia... 

À todas as mulheres: 

Que o Senhor nos abençôe

e nos conserve sempre assim:

 - Convictas na missão,

 - Sábias nas decisões, 

- Gigantes nas ações.

 

MULHER,

Parabéns pelo dia!

8 de Março. 

DIA INTERNACIONAL DA MULHER!

 

Com Carinho,

Malu Mourão: 

http://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=43101

 

 

Em Homenagem ao dia Internacional da Mulher 08-03-2009 

Direitos iguais para pessoas diferenciadas 

Vânia Moreira Diniz

 

Nasci como já disse algumas vezes em meio a homens como meu pai e avô, defensores e admiradores da mulher em sua essência mais profunda. Ouvia meu avô dizer que se o mundo fosse um matriarcado, ou seja, liderado por mulheres, seria outro,  mais gentil, humano e verdadeiro.  Evoluído e com um desenvolvimento mais acelerado. Era isso que eu entendia.

 A figura da mulher enaltecida, amada e admirada profundamente com sua inerente característica de sedução o que a tornava quase uma deusa da mitologia grega.

Acresce que não era um mito que eles apreciavam, mas a figura feminina em sua essência mais profunda, lutadora e persistente, misto de fascínio e coragem.

Quando mais tarde pude notar o preconceito que se formava em torno, o mundo discriminativo e machista compreendi a luta empreendida há já muitos anos, mas que não chegara ao fim determinado como, na verdade, ainda hoje. 

Queremos e precisamos mais conquistas e principalmente menos preconceitos ocultos.

Muitas vitórias numa luta insana foram adquiridas, conseguimos até mesmo certa supremacia, a realização de uma vida lutadora e independente, a obrigatória forma com que os homens passaram a nos respeitar conscientemente.

Mas isso ainda não nos bastava. Não era supremacia que desejávamos verdadeiramente porque isso implicaria em reserva de atributos que não deveriam ser abandonados. Mas a igualdade diferenciada.

Uma igualdade como seres humanos divididos em duas categorias ou gêneros, mas com nossos contrastes básicos de delicadeza, feminilidade, doçura, sedução, fascínio e oportunidades profissionais e direitos inatingíveis.

A grande luta é e será sempre para que se compreenda que não podem existir dois sexos completamente semelhantes  porque eles se completam e não se mesclam. O mundo não teria a menor graça, a vida não teria nenhum deslumbramento se fôssemos todos estritamente iguais.

Somos feitos da mesma matéria, sofremos igualmente, temos o mesmo poder de inteligência, talento e competência, mas nos contrastamos na forma básica de amar, sentir, no jeito de demonstrá-lo, nas necessidades intrínsecas, porém contrastantes de ser felizes. E na união dessas características é que poderemos encontrar o caminho da perfeição e verdadeira felicidade.

Estamos e continuaremos na nossa luta, embora pareça que agora há uma concepção mais atual e abrangente do que significa a emancipação das mulheres. Emancipar-se não é em absoluto se transformar, mas se fazer entendida nas potencialidades que estão ligadas a uma intensa feminilidade. Potencialidades essas que nos dá o direito de ter independência financeira e pessoal sem abrir mão do atributo mais elementar da mulher que é sua própria feminilidade.

Na vida pública como particular a mulher carregará sempre seu fascínio natural como o homem sua masculinidade sem o que não estaria esclarecido o que significa emancipação.

Não nos tornamos iguais nem permitimos isso. O que estamos conseguindo não restringe nem elimina a própria personalidade feminina, doce e meiga, mas faz com que a mulher com todos os seus atributos cheios de encanto e enfeitiçadores tenham os direitos que são concedidos ao homem. 

Ser respeitada, oportunizada em sua profissão, com a independência que deve ser legada aos seres humanos diferenciados pela sua característica sexual, porém cidadãos e pertencentes ambos ao giro onipotente do planeta.

Não conquistamos ainda a luta, principalmente a compreensão que assim como o homem não abre mão de suas peculiaridades a mulher lança todos os dias seu grito de liberdade conservando gloriosamente suas qualidades intrínsecas de mulher competente e sedutora. E por isso nos atraímos, precisamos um do outro desesperadamente e igualmente independentes e mutuamente respeitados nos queremos e amamos nos realizando como homem e mulher exatamente pelas diferenças naturais e intrínsecas. É isso que comemoramos no dia Internacional da mulher. 

 

Vânia Moreira Diniz: 

http://blogdoportalvaniadiniz.blogspot.com/

Texto repassado pelo amigo Francisco Simões: 

http://www.francisco-simoes.com/

 

 

ESSE SER...MULHER

 Nadir A D'Onofrio

 

Na labuta aguerrida 

É flor para colher 

Não a deixe aborrecida 

Pois outro ela irá escolher...

 

Sensível por natureza

 Vaidade é o mais tem 

Prima por sua beleza

 Mesmo sem elogio de ninguém

 

Elegante ao caminhar 

Ostenta porte de rainha 

Com sua luz estelar

Jóia adora escolher 

 

Não permite que a acorrentem 

Preferindo na solidão... se recolher

 

08/03/2009 17:00 hs

Serra Negra /SP...em tarde de pleno verão

Nadir D'Onófrio: 

http://www.nadirdonofrio.com/ 

 

 

BORBOLETA-MULHER 

Daniel Cristal

 

Com os tinteiros que hoje me ofertaste 

desenhei a mais linda borboleta 

co' a cor maravilhosa do contraste; 

quando terminei pu-la na gaveta...

 

Mas, de repente, ela voou liberta; 

circundou todo o espaço à minha volta

e partiu para ti à descoberta 

da emoção que atraiu a viravolta.

 

E quando a voltei a ver, 

deu-se um milagre:

 já não era um insecto muito belo 

mas a mulher à espera que a consagre.

 

Borboleta é mulher em paralelo! 

Já não sei em que mundo te desenho 

pois sagro em ti um novo desempenho.

 

2007.Portugal

Daniel Cristal: 

http://www.poetadanielcristal.blogspot.com/

 

 

OBRIGADO 

Daniel Cristal

 

Obrigado às mulheres da minha vida 

que a tornaram doce e tolerável; 

mulheres que, com ternura e o gesto afável, 

obstaram à paixão, nova ferida.

 

Obrigado a todas! 

Cinco raças, magras e gordas, 

grandes e pequenas, 

lindas e feias,

 louras e morenas,

as muito puras e ainda as mais devassas...

 

Obrigado a todas, 

todas essas e algumas das quais não mais recordo, 

mas às quais já não peço quaisquer meças.

 

A elas reconheço, quando acordo, 

o prazer de estar vivo com ternura, 

esta que erradicou toda a amargura.

 

15.11.2006

Daniel Cristal: 

http://www.poetadanielcristal.blogspot.com/

 

 

MULHER Todo Dia! 

(Foi ontem, também hoje..., e o será amanhã!)

Ilka Bosse 

 

Meu nome? 

Será que importa? 

Apenas sou mulher 

Sou dedicação 

Até sou doação 

Além de ser filha 

Namorada também sou Noiva... 

Esposa ou irmã 

Não importa a interpretação

 Suporte familiar 

Alicerce nas horas certas 

Piloto de fogão 

Conhecedora de desafios 

Também da solidão.

Sou cidadã... 

Sou criança-menina 

Sou Senhora ou Anciã ?

Nunca me entristeço 

Ao deparar com a ingratidão 

Sou tudo isso... 

Não escolho profissão 

Nasci para a vida 

Viso à libertação 

Também sou redimida 

Transformo a dor em salvação 

Especialista em ceder o perdão 

Nas trevas sou luz 

Em silêncio, sou guia 

Que entre perigos conduz

Sou de fácil denominação 

Basta sentir o meu sentir 

Não sou Amélia 

Nem DAMA tento ser 

Também não sou a Flor Camélia...

 Apenas mulher de verdade 

Visando a felicidade 

Em qualquer sentido ou lugar 

Mesmo na sociedade 

Gostaria ser tratada 

Apenas com dignidade...

Ideais? 

Será que os tenho?

Mas, um nome?

Preciso ter! 

Poderia ser Competência 

Sobrenome? 

Quem sabe, Eficiência... 

Porém, prefiro ser

Denominada, apenas... 

MULHER 

Todo Dia...

 

Ilka Bosse Bailarina das Letras Autoria registrada 

ilka.bosse@terra.com.br 

http://www.stmt.com.br/ilkabosse.htm

 

 

A REAL MULHER MADURA 

Marcial Salaverry

 

A real mulher madura, 

é aquela mulher que tem muitas coisas vividas, 

boas e más lembranças havidas... 

Na cabeça, tem muitas idéias e pensamentos, 

leva na alma formosos sentimentos. 

 

É uma mulher muito especial, 

muito sincera na exposição de seu sentir... 

Se ama, não nega, não tem porque fingir.. 

Mulher madura, sempre sentimental, 

no amor, não quer se dar mal. 

 

Mulher de muita sensibilidade, 

não gosta de falar na idade, 

seu espírito jovem, 

não sente disso necessidade... 

 

Quando ama, ama de verdade, 

não sabe amar pela metade. 

Muito já amou na vida e foi amada, 

e a vida não pode ser desperdiçada... 

 

Mulher que tem apetite de viver, 

e não quer mais sofrer... 

Quando quer, ama, 

e seu amor proclama...

Quem quiser seu amor conquistar, 

tem que muito a amar... 

 

Essa mulher é você, 

mulher madura, 

mulher cuja lembrança 

sempre perdura...

 

Marcial Salaverry: 

http://www.prosaepoesia.com.br/index.asp 

 

 

SEMPRE UMA BELA MULHER 

Marcial Salaverry

 

Seja sempre uma bela mulher... 

Falando em poesia, és mulher, 

feita apenas de poesia, 

delicada e feminina...

 

A beleza física fenece com o tempo...

A beleza interior é adquirida

com o passar do tempo... 

 

É preciso cuidar do espírito,

para sempre permanecer bela. 

Saiba manter acesa a chama interior, 

para manter acesa a chama do amor. 

 

Uma alma linda,

atrai mais que um corpo bem feito... 

Saiba se amar... 

Olhando-se ao espelho, 

saiba dizer: EU TE AMO...

Essa a real beleza feminina...

 

Seja uma mulher especial, 

que é aquela que por onde passa, 

deixa marcas indeléveis, 

é alguém de quem não se esquece... 

 

Sempre será uma mulher especial,

que sabe marcar sua presença. 

Mulher da Nova Era, 

abandonando a quimera... 

 

Ressurge pronta, reciclada... 

Obstáculos não teme,

e ante às dificuldades da vida não treme... 

 

Sabe ser companheira, 

e seu grande "defeito"

é exigir sempre muito respeito... 

 

Uma mulher totalmente, atraente, 

Quer ser feliz, como toda mulher... 

Quer felicidade, com um amor de qualidade... 

Quer um amor conquistado, um coração apaixonado... 

 

Mulher guerreira,

mulher transparente, 

quer amar e ser amada

 terna e eternamente...

Quer respeito como pessoa, 

e como mulher...

 

Marcial Salaverry: 

http://www.prosaepoesia.com.br/index.asp

 

RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS