Natal 2008 - 1.º Bloco

Autores do 1.º Bloco:

Vilma Duarte / Maria da Fonseca / Ilka Bosse / Eron Freitas / Socorro Lima DantasVera Mussi / Iranimel / Francisco Simões

Humberto Poeta / Rosângela do Valle Dias / Lêda Iara / Mário Osny Rosa / Érika Renata / Jandyra Adami / Marcial Salaverry

 

Aos amigos e visitantes do site:

Com os sentires e dizeres dos (as) poetas e escritores (as) da Ciranda Poética "Natal 2008",

deixamos os melhores votos de Feliz Natal e um 2009 pleno de Amor, Paz e Solidariedade!

Grace Spiller e Amigos Poetas

 
 

 

ARRANJOS DE AMOR 

Vilma Duarte

 

25 de Dezembro!

Dia de gala no calendário dos homens.

O planeta azul acende, carmina e doura-se a fim de celebrar o Milagre do Natal.

O Bebê de Maria, renasce santa e lindamente, em cada ano, para homens de todas as raças,

que tocados pela magia do esperado acontecimento, cantam e vivem ALELUIA!

 

Pouco importa neve, chuva, sol tropical, secura dos desertos

ou dos corações, diversidade de crenças, o ateísmo...

 O universo inteiro sente o encanto do Natal. 

E a Criança divina gosta da sua festa universal de parabéns.

 

O "Aniversariante" mais famoso do céu e da terra, decerto, amaria ganhar de presente,

 um coração que se arranjasse para recebê-lo, quente de tanto amor.

Enfeitado com laços vermelhos de amizade, bolas coloridas de inocência, muito verde de esperança, 

prata e ouro nos sentimentos, o peito natalino bateria compassos de Noite Feliz solfejando esta canção:

Feliz Natal, poesia, enfeite de rimas e versos, natalando a alegria.

Feliz Natal, natureza, dias e noites tão suas, a pintar pura beleza. 

Feliz Natal, paciência, no perdão de toda hora, ensina viver com ciência.

Feliz Natal otimismo, no resgate abençoado, do tristonho derrotismo.

Feliz Natal esperança, com o verde do seu viço, alma envelhece criança.

Feliz Natal amizade, cumpliciar companhia, e querer bem de verdade.

Feliz Natal com amor!Feliz Natal, pai, mãe e irmão, com o brilho da Estrela, clareando coração.

Feliz Natal, meu vizinho, de bom-dia educado, motivando o caminho.

Feliz Natal, quem emprega, humano e cidadão, e o direito não sonega.

Feliz Natal lutador, no bate o ponto com fé, do trabalho provedor.

Feliz Natal, bom profeta , de semear boa palavra, e colher a sua meta.

Feliz Natal Governante, despachando no poder, o bem do seu semelhante.

Feliz Natal meu leitor, com palavras todo dia, ofereço poesia, inspirada em amor.

Todos estão convidados para a Festa de Belém.

SE for, lembre-se de levar o coração enfeitado, amor gratidão.

 

Vilma Duarte - sites:

www.vilmaduarte.mayte.us

http://www.lunaeamigos.com.br/nossospoetas/vilma_cunhaduarte.htm

www.vaniadiniz.pro.br/vilma/index.htm 

http://www.poetasdelmundo.com/

on-line books: www.vilmaduarte.ebmayte.com/pedacos.exe 

www.vilmaduarte.ebmayte.com/bailandoversos.exe 

www.vilmaduarte.ebmayte.com/pingosdeamor.exe

Embaixadora da Paz Universal. Peace Circle, Genebra 

 

 

NATAL DE JESUS 

(dedicado às crianças) 

Maria da Fonseca

 

Parabéns ao Deus Menino 

Há dois mil anos chegado. 

Te adoramos, comovidos, 

Q'remos ter-Te ao nosso lado.

 

Teu divino Aniversário 

Vimos todos celebrar.

Canções lindas de Natal, 

Junto ao Presépio entoar.

 

Presentes Te oferecermos, 

É nosso maior desejo. 

Alegria e muitas cores, 

Com um devotado beijo.

 

Teu bondoso Coração 

Entrega-os às crianças. 

Toda a ternura de Deus 

E as bem-aventuranças.

 

Agora e p'ra todo o sempre, 

Glória ao Menino Jesus! 

Que inundes toda a terra 

Com o fulgor da tua Luz!

 

Maria da Fonseca: 

http://poesiadanatureza.blogspot.com/

Lisboa / PORTUGAL

 

 

APROXIMA-SE A HORA...

Ilka Bosse - ilka.bosse@terra.com.br

 

Ajoelho-me diante de Tua sabedoria oh Senhor ...

porque sei que todos os Natais são Teus 

Entre catástrofes, guerras e lama a nossa disputa se abriga

 sustentando o amar e o odiar 

desperdiçando sentimentos ferindo e magoando... 

 

Já não há espaço

 Já não encontro lugar 

Porém aflora a luz da grandeza do perdoar... 

E, penso: É Natal! Outra vez...

 

 Conforta-me o espelho da alma 

Supre-se o coração com esperança

Noite Feliz! Noite em que lembramos dos amigos

 Abraçamo-nos e sentimos saudades dos que estão distante e outros que já partiram mas, 

continuam operando maravilhas em nossas vidas 

silenciando nossa alma sedenta por PAZ! 

 

É Noite em que a Família une-se em reflexão e júbilo... 

Grata pelas dádivas recebidas 

Quando... 

APROXIMA-SE A HORA...

 

Ilka Bosse Bailarina das Letras:

http://www.stmt.com.br/ilkabosse.htm

 

 

 NATAL

Eron Freitas 

 

O Natal chega com seus atrativos 

tendo o comércio como patrocinador! 

Da festa esquecem que o maior motivo 

é o nascimento do Cristo, nosso Salvador!

 

Para chamar a atenção de modo apelativo

 Fizeram de Papai Noel o seu embaixador! 

A mídia não pára. Em vórtice agressivo 

recomenda as vendas em nome do amor!

 

Ah, meu Jesus, eu me pergunto tanto, 

lamentando tudo isso que me leva ao pranto, 

se valeu a pena se imolar na cruz ...

 

E, erguendo a cabeça, no alto eu O contemplo, 

sorrindo para mim, piedoso, dando-me o exemplo 

de que acima da fraqueza humana está a Sua Luz!

 

Eron Freitas:

http://www.caestamosnos.org/autores/autores_e/Eron_Freitas.htm

 

 

É NATAL, VAMOS CAMINHAR JUNTOS ! 

Socorro Lima Dantas 

 

Está se aproximando a hora 

de mais uma celebração de Natal 

Neste dia tão belo e significativo, 

devemos elevar nossos pensamentos

 para dentro do íntimo de cada um,

 e perpetrar uma reflexão 

sobre o que você fez o que ainda deverá ser feito...

 

A alegria toma conta do meu ser, 

em saber que, com a graça divina,

tentei dar um pouco do sentimento maior 

que carrego dentro do peito: O AMOR !

 

Meus amigos, meus irmãos,

Neste NATAL, 

Pensem no amor 

Arranquem do peito os sentimentos mais sublimes. 

Digam a cada um que encontrar em seu caminho, 

sem qualquer timidez:

EU TE AMO

 EU TE PERDÔO 

EU PENSO EM TI

 EU ESTOU AQUI

SEGURA A MINHA MÃO, 

VAMOS CAMINHAR JUNTOS!

 

 E nesta caminhada, 

Colheremos todas as flores plantadas com amor ! 

 

FELIZ NATAL ! 

Com os melhores sentimentos de 

PAZ, 

AMOR 

e

 UNIÃO

 

Socorro Lima Dantas: 

http://www.socorrolimadantas.com.br/

Recife/PE

 

 

JESUS , Meu Deus !

Vera Mussi

 

Tu és a LUZ - o farol que ilumina nossos caminhos... 

Teu Coração - o nosso sangue purificado 

Tua divina Promessa - a nossa salvação

 Teu Silêncio - a nossa essência a Te escutar 

Tua Esperança - a nossa confiança

Tua Verdade - a grande felicidade 

Teu Caminho - o único a ser seguido

Tua Sabedoria - o nosso exemplo 

Tua Melodia - a grande magia 

Tua Alegria - a nossa pureza 

Teu Exemplo - a nossa grandeza 

Tua Graça - o nosso abraço espiritual

 Tua Morte - a nossa sorte

Teu Nascimento - a nossa ALEGRIA !

 Tua Voz - a nossa VIDA !

 Teu AMOR- a nossa PAZ !

 Teu Aniversário - a maior Festa de nossa história

- O NATAL de todos nós !

 

Vera Mussi: 

http://www.veramussi.com.br/

Queridos amigos e amigas,

Vamos viver o sagrado sentimento do Natal em todos os dias do Ano que está prestes a nascer . 

Que Deus ilumine e proteja nossos dias de 2009 ! 

Mil bençãos a todos

Vera

 

 

COMO ENCONTRAR A PAZ! 

Iranimel

 

Embora nos regozijemos com o nascimento do incomparável Salvador, 

a luz de nossa alegria está obscurecida pelas nuvens de guerra ou catástrofes 

que escureceram os céus ante os gemidos dos feridos e agonizantes que ecoam ao longe. 

Nações se erguem umas contra as outras, irmãos contra irmãos, "cristãos contra cristãos".

 

E a natureza se revolta! 

Existe apenas um único poder que pode evitar a guerra entre as nações da terra, 

e, esse poder é o verdadeiro respeito, às leis de Deus!

 

Existe apenas um remédio que pode impedir os humanos

de irem para a guerra, de provocar guerras, de se confrontar com a Divina Criação.

Esse remédio é o Espírito de Deus, que inspira o amor e não o ódio.

 

É fácil saber se nós o temos, pois o amor é tudo que incita o homem a praticar o bem. 

Essa influência vem de Deus, caso contrário, quem estará nos dominando é o espírito do mal.

O novo ano e os anos futuros convidam todos os habitantes de todas as terras 

a unirem-se no estabelecimento da paz e do reconhecimento de fato de que somos todos irmãos.

 

Ninguém é demasiado vil ou insignificante para merecer ajuda.

Que todo homem ame ao seu próximo como a si mesmo, 

então todas as tragédias atuais desaparecerão, horrores futuros serão evitados.

"Todo homem encontrará em todo o lugar um irmão, um amigo."

 

Que cada dia seja como um Dia de Natal, e um começo de Feliz Ano Novo!

 

Iranimel: 

http://www.caestamosnos.org/autores/autores_i/iranigenaro.htm/

 

 

AINDA HÁ NATAL EM BLUMENAU 

Ilka Bosse: ilka.bosse@terra.com.br

 

Drama, dor, desesperança 

Povo vencido pelo lamaçal... 

Não! 

O Blumenauense saberá glorificar o Natal! 

 

Começa o espetáculo 

Cantam minhas cordas vocais ...

mesmo que mudas ficam as cordas musicais

 

O violino afinado ...

descansa na penumbra 

Nenhuma iluminação

 Cadê! 

 

Lá longe o jogo de luzes ensaia o frenético cintilar... 

Olhos inquietos... 

Passos apressados... 

Vozes alteradas! 

Semblante confuso... 

Lama, água, desabrigados! 

Mas, ainda há Natal em Blumenau...

 

Acordam os acordes do violino 

Do Natal aflora o Hino... 

Natal? 

Natal!

 

No camarim agitam-se os corações 

Silêncio! 

Como se estivéssemos esperando o "fantasma da ópera"

que cochila no telhado esperando liberar a chaminé... 

 

Sombras! ...arrepios! Maestro! 

Abrem-se as cortinas do tempo ...do templo da alma! 

Amareladas cortinas gastas pela inércia, 

pelo vento ou consumidas pelas traças ...

já transparentes e finas permitem visualizar o palco 

 

Boêmios vagam e jogam o olhar que adentra pelas frestas...

Ainda há Natal! 

Deleito minha face cansada nas cordas do violino e penso: ...

não importa o compositor a orquestra, a sinfonia, a letra a música ou o autor... 

Ouve-se a voz entoando... 

Começa o espetáculo

 Quem é o artista? 

Se, Beethoven, Pavarotti, Sinatra, 

Jobim, Chico, Mozart,

Johann Strauss ou Chopin seja quem for...

Quero sonhar! 

Sonhar o que já era ou ainda virá 

Então! 

Entoa esta voz que cochila dentro deste "EU"! 

"Povo unido não será vencido"! 

Violino na mão... 

Corações ao alto!

Atenção! 

Um Samba do Morro

Um Tango Argentino ...

ou Bolero de Ravel

 Lá vem o Papai Noel! 

Júbilo! 

AINDA HÁ NATAL EM BLUMENAU

 

Ilka Bosse Bailarina das Letras:

http://www.stmt.com.br/ilkabosse.htm

Blumenau - SC - Brasil - Natal/2008

* Poema escrito em meio à tragédia de Santa Catarina ...tentando levar um pouco de otimismo, aliviando a dor do povo Blumenauense/Catarinense...

 

 

O NATAL DELES 

Francisco Simões

 

É Natal... pois é, 

Para você, talvez, pode ser, 

Para mim, talvez, até seja, 

Mas veja, e para eles? 

É, e para eles? 

É Natal... pois é, 

Mas afinal eles são milhões, 

Corpos, almas, mentes, corações, 

Sem porta, sem janela, 

Sem mesa, sem panela, 

De incertezas rodeados, 

Um imenso abandono 

Sem sonhos, sem sono, 

Pesadelos acordados. 

Ah, eles caberão em suas orações?

 É, também rezarei por eles, 

Afinal, é Natal, 

E assim nós dormiremos em paz. 

Mas ... e eles, e eles? 

Será que irão dormir? 

Será que irão acordar? 

Para quê? 

Para continuar a pedir, 

A implorar?

Para mendigar 

Por sua própria vida?

Então nada vai mudar 

Ainda que possamos orar

 Por eles? ... 

Não há saída? 

É, afinal, é Natal ... mas não é deles.

 

Em: Dezembro / 2005.

Francisco Simões:

http://www.francisco-simoes.com/

 

 

VÉSPERA DE NATAL

Maria da Fonseca

 

Lindo este dia de Inverno! 

De manhã o Sol nasceu 

E, no solstício ainda, 

Persistente apareceu.

 

Entre esparsas nuvens brancas,

 Raios alegres, brilhantes,

 A preparar o Natal 

Presta ajuda aos viandantes.

 

Mas o dia é pequeno, 

Longa será a jornada 

Até chegar a Belém. 

Maria já vai cansada!

 

A Família está à espera 

Do Menino Anunciado 

Que há-de nascer em breve,

 O Filho de Deus Amado.

 

A vinte e quatro, em Dezembro, 

Nossa Senhora s'rá Mãe,

É na Noite de Natal...

 

Já o Sol descansa...

Amém!

 

Maria da Fonseca:

http://poesiadanatureza.blogspot.com/

Lisboa / PORTUGAL 

 

 

MOMENTO DE LUZ 

Angela Stefanelli de Moraes

 

Tocam os sinos celebrando o nascimento do Jesus Menino.

Seguindo este exemplo de amor, irmanados neste espírito, 

vivamos o ano inteiro, voltados para o melhor da vida,

É Natal!

Paz na Terra desejamos aos homens de boa vontade!

 

Angela Stefanelli de Moraes: 

http://www.amoresonhos.com/

 

 

"EM VERDADE VOS DIGO..."

Humberto - Poeta 

 

que nem sempre o Natal é dos lojistas, 

nem, tampouco, dos finos restaurantes, 

os quais contam, quais meros comerciantes, 

com vossas propensões materialistas...

 

nem culpeis as indústrias da alta moda 

de enriquecer mercê do cristianismo, 

já que atendem ao vosso egocentrismo

 de ser destaque em festas da alta roda...

 

eu não condeno que ao seu capital 

o negociante o justo lucro tome,

 mas que não ouse a um pobre, morto à fome, 

fechar-lhe a porta neste meu Natal...

 

em todo lar há sentimentos ledos, 

mas de quem sou, nenhum de vós lembrais;

 até os `meus pequeninos ́ gostam mais 

do bom velhinho que lhes traz brinquedos...

 

e em tal data, por todos festejada, 

mostrais de vós mesquinhos aparatos, 

prendas levais a asilos e orfanatos 

e o ano inteiro não lhes dais mais nada...

 

mesmo ante a mágoa desses vãos engodos 

entendo vosso espírito imperfeito, 

e a ir ver-vos no Natal jamais rejeito,

levando a minha paz ao lar de todos...

 

 

e se fizerdes do Natal bom uso,

 se o tornardes da fé divina messe, 

e orardes ao Senhor singela prece,

 não mais serei ali um mero intruso!"

 

Humberto - Poeta:

http://artculturalbrasilreinodapoesia.blogspot.com.br/humberto

 

 

MEU NATAL 

Rosângela do Valle Dias

 

Celebrarei , com Jesus, um aniversário diferente. 

Agradecerei:

- o amor 

- a saúde

- a família

- as bençãos

- a paz

- o sucesso

 - os amigos...

 

Não direi das diferenças no mundo

 e nem repetirei negativismos. 

 

Imagino como ELE pode sentir-se triste nos aniversários

 e resolvi oferecer-LHE o meu abraço mais fraterno.

 

Rezarei, sorrirei, cantarei ... 

Feliz aniversário, Jesus! 

 

Rosângela do Valle Dias:

http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdedicatorias/1370728

BH/MG 18/12/2008 

Poemeto da série "Pedaços de Mim" 

* Obrigada, Lêda Yara, pelas correções e sugestões.

 

 

A ESPERA DO NATAL 

Mário Osny Rosa

 

Era um menino pobre 

Que ainda lá estava. 

Num abrigo bem nobre 

Era só o que restava.

 

Na espera do dia de Natal 

Que estava para chegar.

Aquela a esperança final 

E começava a chorar.

 

Alguém o perguntou:

 - Por que estás a chorar? 

Ele logo respondeu; 

Papai Noel vai chegar!

 

Sim ele vai chegar 

Dentro de poucos dias. 

Com nasceu em Belém 

Sem ter nada a ganhar.

 

Aqui neste nobre abrigo 

Ele virá a todos visitar. 

Presente vai distribuir 

A todas as crianças.

 

São José/SC, 17 de dezembro de 2008.

Mário Osny Rosa:

http://www.paralerepensar.com.br/marioosny.htm 

 

 

A CURVATURA DO NATAL

Érika Renata

 

Na curva do mundo me enlaço 

Sinto as cores da filosofia que alcanço 

Tropeço entre nuvens 

Respiro o silencio dos anjos 

 

E o nascer de um menino, 

Canto à esperança dos sinos.

De carona com a ventania sigo, 

Paro na rua vestida de natal 

 

Derramo um sorriso que recolhi

 Da face do menino, 

Vejo a alma da terra 

Alimentada de sonhos

 

Erika Renata:

http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=49127

 

 

UM NATAL DIFERENTE 

Jandyra Adami 

 

Naquela tarde de Natal, Lavínia resolveu ir visitar um ASILO, onde idosos, 

esquecidos pela família, viviam, ou seja, esperavam o tempo passar. 

São tantas pessoas que sofrem o abandono dos familiares!!!

São colocados em asilos, como se não valessem nada, como se a vida, vivida 

na riqueza ou na pobreza, não tivesse significado algum.

Lavínia foi caminhando pelos corredores frios do prédio e logo chegou ao pátio, 

onde dezenas de velhinhos a olhavam, procurando em seu olhar, 

um pouco de ternura e de amor. 

Ela ia acenando a um e outro, quando seus olhos fixaram numa senhora, 

que com olhar tristonho, observava a vida, que passava no movimento das nuvens, 

no bater das asas dos pássaros, no vento que derrubava folhas de árvores em sua cabeça grisalha.

Lavínia aproximou-se dela. Tinha um porte elegante, deixando transparecer em suas roupas rotas, 

um "quê" de elegância, de altivez...

- Como é seu nome, senhora? 

- Meu nome é Jacyra, minha jovem. Por que pergunta?

- Porque sua figura me chamou a atenção. Tem algo de belo que ficou em seu rosto, embora envelhecido pelo tempo...

- E pela tristeza, minha filha.

- Tristeza ? Por que?

- Eu fui uma jovem feliz, muito cortejada. Moça de sociedade, como diziam...

- E como veio parar aqui, neste lugar tão diferente de seus costumes?

- Tive uma vida de luta e com sacrifício consegui independência financeira e social. 

Casei... fui feliz. Perdi meu pai... minha mãe... Os irmãos nunca ligaram para mim...

- E a senhora, nunca teve filhos?

- Sim. Tive um. Razão de minha vida. Viveu conosco até encontrar a mulher amada e casar-se. 

Foi uma festa linda e luxuosa. Meu marido e eu fizemos tudo para que ele fosse feliz. E a vida continuou...

- E, onde está seu marido?

- Era meu companheiro de todas as horas... Coitado... Partiu, sentindo o abandono do filho.

- Mas, como seu filho os abandonou?

- Na verdade, ele se afastou de nós no dia em que começou a namorar a tal moça que escolheu para casar. 

Ficava mais com ela do que conosco.

Como dizia Ghiaroni: "...e de repente, uma mulher bonita, surgindo o rouba e a velha mãe aflita, 

ainda se volta para abençoá-los..."

- E ele é feliz? 

- Não sei. Depois que meu marido partiu e fiquei sozinha, vim parar aqui.

- Curtir a solidão mesmo tendo parentes em várias cidades. Não conheço meus netos, não recebo visitas. 

Quando você se aproximou de mim, senti o coração pulsar de alegria.

- Você é uma moça muito boa. Bonita e caridosa. Não sabe o valor de sua visita para uma velha abandonada... 

- Que isso minha amiga!!! Virei sempre visitá-la. Prometo. Vou trazer fotos de papai, mamãe e meu irmão. 

- Como é o nome de seu pai? 

- Meu pai é Alberto, minha mãe Eugênia e meu irmão Ruddi. São nomes de família, creio.

- Lindos nomes, minha querida. Um desses, era o nome do meu marido. 

- Por que chora, senhora? Os nomes trouxeram recordações boas ou más?

- Claro que boas. Saber dos nomes de seus familiares deixa a gente mais próxima uma da outra. 

Posso falar neles como se fossem meus conhecidos: seus pais, seu irmão, você.

- Ainda bem. Não queria que minha visita a magoasse!!! 

- Você nem imagina como estou feliz, Lavínia. Bonito nome, sabia?

- Bem, agora vou embora. Tenho que fazer mil coisas. Confesso que adorei conhecer a senhora e voltarei sempre. 

Sinto que nossos corações batem igualmente juntos, de felicidade.

Lavínia beijou a mulher e saiu, com a certeza de ter feito uma boa ação. 

E Jacyra, deixando as lágrimas rolarem pelo seu rosto, balbuciou baixinho: 

- Vai com Deus, minha neta...

 

Jandyra Adami: Visite minha Home Page:

http://www.berju.uaivip.com.br/

Livro Virtual-Momentos- www.ebooks.avbl.com.br/biblioteca1/jandyraadami.htm 

Autora do livro - DEVANEIOS - (Acalanto Para Gente Grande)

 

 

ABRAÇO NATALINO

Ilka Bosse - ilka.bosse@terra.com.br

 

O Espírito Natalino já se instalou...

São os dias que antecedem à grande recepção... 

Os abraços se tornam mais fortes 

O sorriso, mais freqüente...

Natal não foi feito como se faz qualquer obra... 

Natal, aconteceu! 

Aconteceu para lembrar que podemos chorar 

e fazer chorar de alegria às vezes, de melancolia... 

Fazer com que nossos braços sejam elásticos para abraçar os amigos 

Sentir saudades dos que já se foram... 

Afagar a terra em que pisamos macio 

Sentir nossas mãos alcançarem a mão amiga

Natal é tempo de PAZ 

É tempo de recordar e acordar... 

Acordar para o belo, para a Vida! 

Visualizando o faiscar do brilho de olhares entre pisca-piscas multicoloridos

 É tempo de colher... 

Colher o que plantamos durante o ano no coração dos Amigos

...no coração das pessoas!

 É hora de jogar novas sementes que germinarão neste Ano Vindouro/2009 

quando novamente aqui estaremos em pranto de alegria e saudade em busca da PAZ!

 

Sim... Natal, noite jovem que vela as velas da Vida

 noite em que nascemos grandes! 

Imensos são nossos sentimentos! 

Porém maior ainda é o amor que vem das alturas num longo abraço... 

Abraço Elástico!

 Abraço Divino! 

Abraço Natalino

 

Ilka Bosse Bailarina das Letras:

http://www.stmt.com.br/ilkabosse.htm

Blumenau - SC - Brasil Natal/2008

 

 

ENTÃO É NATAL... 

Marcial Salaverry - Santos-SP

 

Natal... 

data realmente mágica... 

Nem todos interpretam como deveriam... 

Esquecem-se do motivo real 

De existir o Natal... 

É um aniversariante muito especial.

Ele só espera de todos, muita compreensão... 

Muito amor no coração... 

Nasceu numa manjedoura... 

Lugar simples... 

Ele não quer luxo, 

Nem todos só enchendo o bucho... 

Ele quer ver o mundo em Paz... 

E disso o mundo não é capaz... 

Ao invés de festas luxuosas, 

Presentes, comidas gostosas, 

Que tal um recolhimento interior? 

Presenteie com Amor... 

Alivie, de quem sofre, a dor... 

Leve amor, compreensão, solidariedade, carinho, 

A quem, se encontra abandonado, sozinho... 

Quer presentear o aniversariante? 

Então ame bastante... 

Com muito amor no coração...

 Todos daremos a Ele um presentão.

 

Marcial Salaverry: 

http://www.prosaepoesia.com.br/

 

RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS