AH! SE EU FOSSE UM POETA JARDINEIRO...

by Grace Spiller

 

Pelo Dia da Poesia

14/03/2006

 

 

 

 

Se eu fosse um poeta-jardineiro

Plantaria versos nos jardins dos corações

Perfumaria as avenidas e as praças

Incitando as gentes somente às boas ações!

 

Se eu fosse um jardineiro-poeta

Plantaria flores de mil e um perfumes

Flores que cheirassem a versos

E versos que clareassem qual lume!

 

Ah! Se eu fosse da palavra um esteta

Ou então um artista de jardim

De bom grado levaria a sina de poeta

Poetando a paz e à guerra pondo fim!

 

Ah! Se eu fosse um poeta-jardineiro

Plantaria um poema com perfume de jasmim!

 

 

Poema criado para a Ciranda "Olhar de Poeta",

que contou com a participação de 32 autores

e foi editada no site: Yara Nazaré.

Para ver a ciranda completa cole o endereço no seu navegador:

http://www.yaranazare.com/ciran10poetas/cirandaolharpoeta.htm

 

Posteriormente, esse poema foi editado também no sites:

Poetas Del Mundo

Faria Canto Mágico & Sonhos (Sala XV)

 

**********************************************

**********************************************

 

SÍNTESE POÉTICA

(Elaborada por Yara Nazaré, a partir da Ciranda "Olhar de Poeta")

 

DIA DA POESIA

 

Miro a linha do horizonte (Yara Nazaré)

De cores firmes e singelas (Faffi)

Noite e dia, tardinha e madrugada fria (Het Lannes)

Não sou poeta, sou mesmo é atrevida (Mariete)

Uma bondade exagerada e inocente (Mary Trujillo)

Amontoando sentimentos (Nany Schneider)

Sonhos, saudades, ideais e utopias (Rejane Pino)

Porque, poesia vem duma fonte fecunda (Efigênia)

Buscando a inspiração jamais perdida (Marcial)

Um alimento necessário ao coração (Tarcísio Costa)

Estar em um jardim florido (Maria Anjinha)

De amor, porque é o tempero da vida (Nancy Cobo)

O Poeta verseja o sentimento (Gislaine Canales)

E com as cores preferidas encontradas (Luz Sampaio)

Enxerga, além do infinito sem olhar (Edson Contar)

Cores que têm a dor, a esperança ou o amor (Tere)

Que para o poeta tem sentido (Ma. José Tauil)

Em vez de empecilhos, vê a beleza (Ógui Mauri)

A beleza contida na cor (Nadir D'Onofrio)

Em versos feitos de mar (Luisa Fernandes)

A Lua que se põe nesse céu azul (Eda C. Rocha)

Ganha asas e voa com o colibri (Eme Paiva)

Canta em versos sua lida (Hilda Persiani)

Para buscar caminos olvidados (Elizabeth Otero)

Incitando as gentes somente às boas ações! (Grace Spiller)

E seu olhar vaga pelo firmamento. (Thereza Mattos)

Em busca da poesia, na imaginação sem fim. (Olívia)

Um eterno aprendiz. (Zena Maciel)

 

***************************************************************

 

 

RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS