NOVALUANOVA

by Grace Spiller

 

 

 

 

 

 

O rótulo na garrafa dizia:

"suave"...

E, no entanto,

o vinho era tão amargo!

 

Mas,

quando uma novaluanova

enamorada do céu

mostrou o sorriso-ternura

(donzela recém-deflorada),

logo as estrelas surgiram

e o céu ficou mais bonito...

E concedeu milagres!

 

E eu vi...

Vi à beira dum abismo

um menino e sua sombra

e enxerguei seu assombro

e senti os seus medos...

 

E a chuva contida

(nuvem escondida

pelo tempo e além dele),

buscando passagem

encontrou o caminho e,

porque era tanta,

logo se fez rio...

 

E trouxe-me o menino...

Trouxe-me o menino

e seus segredos

e lavou sua alma

e levou seus receios...

E,

quando uma novaluanova

fez o céu mais bonito,

o vinho ficou mais suave

e eu vi...

Ah! Eu vi

uma nova estrela nascendo!

 

 

Editado nos sites:

Poetas Del Mundo

 

Faria Canto Mágico & Sonhos (Sala XV)

RAMOORE/POEMAS

 

 

 

 

RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS